segunda-feira, 29 de junho de 2009

BEHAVIORISMO

O início da psicologia está ligado a Fechner e Wundt, porém Wundt é considerado o pai da psicologia, isso se deu devido ao lançamento do livro “Elementos de Psicologia Fisiológica” e a fundação em Leipzig, de seu laboratório para as pesquisas psicológicas, com isso a psicologia passou a ser vista como ciência.
No início do século XX o estudo da psicologia foi intensificado. Houve nessa época o surgimento das escolas psicológicas, são elas: O Estruturalismo, O funcionalismo, O behaviorismo, A Gestalt e a Psicanálise. Diferente de outros campos científicos, literários, artístico etc. as escolas psicológicas não surgiram em seqüência, ou seja, uma após a outra, elas surgiram muitas vezes na mesma época ema contradizendo ou aprimorando a outra. O behaviorismo e a psicanálise foram as que continuaram por mais tempo. O estruturalismo se dedicava ao estudo da consciência ou da mente, o funcionalismo da inteligência, o behaviorismo do comportamento, a gestalt da percepção visual e a psicanálise do inconsciente.
O behaviorismo agrupou diversas correntes de pensamentos, todas ligadas ao estudo do comportamento. Ela teve início com Watson nos Estados Unidos, que se baseou nos estudos dos animais, pois assim poderia realizar pesquisas que não seriam possíveis em humanos, chegando a assemelhar as ciências físicas. Uma de suas principais características era negaras tendências inatas do homem. Watson chegou a dizer que se dessem uma criança ele a transformaria em qualquer profissional, ou seja, ela a influenciaria independente de que família a mesma tivesse vindo. Ele condicionava seus pensamentos na seguinte formula S-R (estimulo e reação), ou seja, para cada estimulo dado ao ser humano ele teria uma reação.
Watson se baseou muito nos estudos dos reflexologistas russos principalmente Pavlov, que se tornou famoso com sua pesquisa com um cão, onde ele fez com que o cão salivasse ao ser estimulado por uma campainha. No início a campainha era tocada no momento em que se servia o alimento, isso fazia o cão salivar, com o passar do tempo, só o toque da campainha sem o alimento já o fazia salivar, ou seja, só com o estímulo da campainha. O reflexo condicionado foi à grande descoberta de Pavlov, isso foi usado pelos behavioristas para o estudo dos processos psíquicos e revelou-se num meio ou método (condicionamento) objetivo e valioso na análise do comportamento.
Dentro do behaviorismo surgiram novas tendências, dentre elas o neobehaviorismo, que teve grande importância principalmente na educação com os estudos de Skinner, que foi um dos maiores expoentes do neobehaviorismo, uma das características dos seus estudos era a rejeição a subjetividade.
Skinner desenvolveu os princípios do condicionamento operante e sistematizou o modelo de seleção por conseqüências, para explicar o comportamento passou S-R, para S-O-R (estímulo, organismo, reação). Voltando para educação Skinner baseava o ensino programado em 4 princípios: 1º a aquisição de um conhecimento; 2º é mais fácil quando se recebe reforço; 3º a matéria deve ser apresentada de forma progressiva e 4ª as diferenças individuais devem ser levadas em conta na escolha de um programa. Sua influencia se estende ainda, no tocante à terapia e ao adestramento de animais.
Dando seqüência aos trabalhos de Skinner, Gagné também deu muita importância aos estudos da psicologia em relação à educação.
Apesar de ter tido várias mudanças e divergências dentro da própria escola, o behaviorismo sempre tratou do estudo do comportamento humano, ela ignorava a consciência, os sentimentos e os estados mentais. Tratava o homem como uma máquina humana, condicionada aos estímulos, porém seus estudos foram tão relevantes que muitas teorias são aceitas até hoje em diversas áreas.
Nos estudos psicológicos qualquer área ou escola por mais aprofundado que sejam seus estudos e teorias, sempre estará faltando alguma coisa, tendo em vista a diversidade o objeto de estudo, no caso o homem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário